Construtora instala torre de energia solar mais alta do mundo em Dubai

postado em: Noticias | 0

Redação – 25.06.2020 – InfraRoi

Obra faz parte do maior projeto de energia solar concentrada no mundo em Dubai e pertence à Noor Energy 1

Tudo é superlativo no projeto de geração solar em Dubai. Trata-se do maior projeto de energia solar concentrada do mundo segundo a Shanghai Electric Dubai. A empreiteira foi acaba de finalizar a torre da quarta fase do projeto, etapa concluída agora com a instalação do receptor. A instalação aconteceu no topo da torre, somando agora uma altura de 262 metros, o que a torna a estrutura mais alta desse tipo no mundo. O tempo de construção do empreendimento foi de 240 dias e faz parte do projeto da usina de energia fototérmica e fotovoltaica integrada que ocupa uma área de 44 quilômetros quadrados.

A Shanghai Electric, que é a empreiteira de engenharia, procurement e construção (EPC) da Noor Energy 1, proprietária do projeto, forneceu equipamentos de proteção pessoal a todos os trabalhadores e implementou procedimentos para prevenção e controle do novo corornavírus. As medidas de segurança garantiram que os contratempos com mão-de-obra, cronograma e orçamento ficassem reduzidos a um mínimo. Veja o vídeo da obra em: https://mma.prnewswire.com/media/1195954/MSR.mp4.

A torre para o receptor tem cerca e 40 metros de altura e foi montada no topo da estrutura da torre de aquecimento, que tem cerca de 222 metros de altura. A altura aproximada resultante é de 262 metros, citados acima. O projeto usa uma combinação de “um plano para a energia solar concentrada da torre, três planos para energia solar concentrada através de parabólica e o restante para energia solar fotovoltaica”, com o total de geração de energia atingindo 950MW.

Quando concluído, o projeto irá fornecer energia verde para 320.000 habitações, reduzindo as emissões de carbono em 1,6 milhão de toneladas por ano. O projeto já exerceu uma parte significativa na estratégia de energia para 2050 de Dubai. A estratégia, que prevê a realização de 7% até 2020, está com o cronograma adiantado, com 9% das necessidades de eletricidade de 11.700MW da região já alimentadas por energia solar e outras fontes renováveis.